Feminismo Necessário

Feminismo Necessário

No dicionário, o Feminismo é a doutrina que preconiza o aprimoramento e a ampliação do papel e dos direitos das mulheres na sociedade. Não é uma invenção esquerdista muito menos comunista, já existiam feministas na Idade Média inclusive: Hipácia (375DC), Joana d’Arc ( 1354) e Cristina de Pisano (1401) são alguns nomes conhecidos. Por volta do ano 1500 as mulheres que não aceitavam as imposições do patriarcado eram queimadas em fogueiras como bruxas e em 1793 Olympe de Gouges foi decapitada em plena revolução francesa.

Todas as conquistas femininas advêm da luta de mulheres fortes e vanguardistas. Nós não tínhamos direito a escolher o esposo, ter propriedades, falar quando quiséssemos, sair sozinha, estudar, trabalhar, votar,… NADA! Cabia à mulher apenas os afazeres domésticos, sexuais e de procriação, por isso minha tristeza quando nos deparamos com mulheres em pleno 2020 mostrando-se contra o movimento feminista, chegando ao cúmulo de, segundo pesquisa DATAFOLHA realizada ano passado, termos mais homens que mulheres apoiando o movimento.

Acredito que este cenário se dê porque por anos fomos levadas a crer que o príncipe encantado seria a solução dos nossos problemas, que por mais difícil que fosse nossa vida bastaria um camarada num cavalo branco para nos fazer plenamente felizes. Obviamente essa história só funciona nos contos infantis, na prática vivemos em relacionamentos tóxicos, sendo abandonas, oprimidas e estimuladas a rivalizarmos com outras mulheres e esse é o papel do patriarcado. Somos um dos países em que mais mulheres são assassinadas pelos seus companheiros no mundo, a maioria das vítimas permanece nesses relacionamentos porque acreditam que são culpadas e que se for forte e manter seu lar, o marido irá melhorar.

A desconstrução do patriarcado é lenta, dolorida e difícil. Trazer à tona questões perturbadoras é complicado. Policiarmos nossas falas, posturas e piadas é chato mas extremamente necessário. Mulheres conscientes criam homens fortes e seguros, Homens seguros respeitam as mulheres. Não há motivo para medo, enquanto alguns dizem que queremos ser melhores que os homens, nós lutamos pela equivalência e manutenção dos nossos direitos.

Você pode não concordar com algumas pautas do Movimento Feminista mas daí desmerecer sua importância é absurdo. Informe-se, estude e nos auxilie na criação de um mundo mais justo e saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *